terça-feira, 4 de outubro de 2011

“De verdade somos” X “Eu sou assim”


"Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele fica só. Mas, se morre, produz muito fruto." - (Jo 12,24)



E sou assolado por um pensamento “pra servir a Jesus só morrendo”. Vejo a força do mundo-mente-consciente, e o poder das ilusões todas tanto no nível das aparências onde queremos ser enganados pra podermos viver uma vida com o mínimo de sentido, quanto no nível das coisas que em nós foram se formando ao longo da vida as quais nós chamamos de “eu sou assim”, e o que nada mais são do que criações nossas desenvolvidas para serem escudo protetor nesse mundo perverso.

E na vida vamos desenvolvendo manias, jeitos, ignorâncias, arrogâncias, soberbas, vaidades todas e vamos nos distanciando de quem “de verdade somos” e assumimos cada vez mais o “eu sou assim” .

O “eu sou assim” é formado pelo ego e pelos traumas, o “de verdade somos” é quem somos realmente sem a influencia moldadora do mundo onde só nós vemos assim em Cristo e pelo moldar Dele, por que esse “de verdade somos” é parecidíssimo com Jesus pois foi feito a sua imagem e semelhança.

E pra irmos assumindo o “de verdade somos” ainda aqui nessa terra só há uma forma, morrendo, tem que se morrer pra esse mundo-mente-consciente que é feito de todas as ilusões e tendo como patrono a antiga serpente, satanás, coroado de príncipe desse mundo-mente-consciente.

E pra morrermos temos que tomar por fé a morte Dele na cruz e nós sepultarmos com ele sabendo que "Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova."(romanos 6:4) .


E só sendo sepultado com Ele em fé é possível nessa terra ainda irmos assumindo o “de verdade somos” como quem somente somos e que o nosso chamado é pra sermos nova criatura pois assim como Jesus disse a Nicodemos “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.” E esse novo nascer no sangue de Seu sacrifício que é o ser nova criatura nascido de novo por fé naquele que ressuscitou dos mortos a saber Jesus Cristo.

E por assumimos por fé essa morte e esse ressuscitar em Cristo todos os dias, querendo com coração verdadeiro a nova criatura que em nós vai sendo formada, vamos sendo apresentados a quem fomos feitos pra ser, e vamos percebendo que em nós vai surgindo desejos que nada nesse mundo pode saciar, desejos esse que mora no coração dessa nova criatura, desejos por céus, por vida, pelas coisas do amor, pelas coisas do alto.

E isso vai se manifestando em nós enquanto querermos de coração e tomarmos a cruz de Cristo todos os dias, sabendo que cada dia é cada dia e que o dia de ontem já passou e a fé de ontem já não se vale como autenticador dessa nova criatura, pois deve-se morrer todo dia e carregar esse sacrifício feito por nós toda manhã, só assim a possibilidade de vivermos esse vida nova a que somos convidados.

Assim negando o “eu sou assim” e assumindo o “de verdade somos” todos os dias viveremos para Ele como nova criatura.




Que Deus nos ajude.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Humano...humano.



Fiquei muito tempo só recebendo o amor do Pai, aprendendo no silêncio da vontade Dele, e assim fui crescendo na sua maravilhosa graça, e aprendendo a ser somente ser humano, pois isso é tudo o que ele espera de nós, que sejamos humanos, pois quanto mais humano verdadeiramente, mais divino se torna, assim como Jesus.

Vejo agora em mim, outras vontades, que esse amor que me alegrou que me fez humano possa chegar ao maior numero de seres humanos nesse mundo, e eles serão muito mais do que “seres humanos”, serão humanos verdadeiramente humanos, segundo a nova criatura que se renova a cada dia, nesse fluxo continuo de gloria em gloria.

Vejo que agora em mim, e não só agora mas sempre, por quanto tempo o sempre durar, que esse ser humano nova criatura, deve se expressar não só em palavras, mas em atos de verdade, assim como Jesus, vivendo o amor leve dos mandamentos do Pai.

Vejo o que vejo, e tento ver além do que vejo para que eu não fique condicionado pelo ver, mas que os olhos da fé vejam mais, pois os olhos da fé são eternos, e nunca param de enxergar, depois de que se é abertos os olhos da fé por aquele que tudo vê e por todos derrama graça sem medida.

Vejo que Deus no seu agir age de muitas formas, e que eu nunca me glorie demasiadamente no ver, pois nesse instante não veria mais, seria engessado pela presunção de ver, me tornando cego, diante Dele que vê os olhos do coração.

Vejo também que não vejo muito do que deveria ver, e que minhas ambigüidades ainda me habitam nesse mundo caído, e que sou fraco, e que minha força no Senhor vem dessa constatação de quão frágil eu sou, pois sou totalmente dependente Dele, e assim vivo, e tento viver por Ele a cada dia segundo a graça que ele me da, tanto na queda como no levantar. Graças a Deus por Jesus Cristo nosso senhor.

Thiago Mendes.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Só Deus sabe realmente.



E a revolução vai acontecendo por todos os lugares, em cada canto desse mundo Deus tem derramado sua graça e amor, nos lugares onde nós mesmos nem imaginaríamos.

Como eu sei disso?

Eu sou um ser humano comum, como qualquer ser humano da terra, cheio de limitações, erros, ambigüidades, e tantas outras coisas, e Deus tem me amado e se revelado a mim.

Como eu posso crer que Deus se revela a mim, e no mesmo instante crer que Ele se revele a qualquer um em qualquer hora pelos meios que ele mesmo desejar?

O que é lindo é que Deus não respeita a nossa moral pra se revelar ao homem, pra profetizar ao homem, uma prova disso é que Deus manda Isaias andar completamente nu por três anos inteiros, pra mostrar ao povo a sua situação de nudez e vergonha.

E nós na nossa total ignorância nos jactamos numa tentativa inútil de defender Deus, de dizer “Deus não pensa assim”, “Deus não gosta disso”, ou “Deus não age assim”, tolos que somos.

Agora é mais do que a hora de largamos mão de querer encaixotar Deus em nossos conceitos de certo e errado, de bom ou mau, já está na hora de saber que no que se refere a obra de Deus só Ele sabe o que é bom ou mau pra alguém.

Veja bem, a maior graça de salvação de alma de um buraco existencial horrível em que eu havia me metido Deus me tirou me dando um espinho na carne, uma enfermidade.

Tuberculose, ela te deixa fraco, dependente. Como alguém que não consegue subir um morro direito vai ser alguém soberbo, jactancioso?

Pelo menos comigo foi assim, eu fui sacudido pela misericórdia de Deus, pelo que sou muito grato.

Alguém pode dizer: O que você esta falando menino?

Eu só digo: só Deus sabe realmente o que é bom ou mau pra um ser humano.

Thiago Mendes

Quem ama conhece a Deus, mesmo sem nunca ter escutado seu nome.